12 Massagens de Drenagem Linfática para Pernas Inchadas / Retenção Hídrica

12 Massagens de Drenagem Linfática para Pernas Inchadas / Retenção Hídrica

48COMPARTILHAMENTOSCompartilharTwitter As técnicas de massagem e movimentos envolvidos num procedimento de drenagem linfática têm como objetivo promover o estímulo do sistema linfático – melhorando e acelerando o seu funcionamento – permitindo assim que os líquidos e toxinas que se acumulam no corpo sejam drenados (eliminados) mais rápida e eficazmente. Os procedimentos de drenagem oferecem melhores resultados quando são realizados por profissionais habilitados e especializados, no entanto, você também pode fazer uma boa automassagem em casa para ajudar a diminuir a retenção de líquidos e inchaço. O movimento que vai ver nessas imagens deve ser feito levemente, devagar e sem aplicar demasiada pressão. Deve repetir cada um desses movimentos 10 vezes; e os movimentos completos que vão desde o tornozelo até à virilha 5 vezes (últimas imagens na página). Os movimentos devem ser sempre feitos de baixo para cima. Massagem nas Coxas 1 – Parte interior da coxa 2 – Parte exterior da coxa até ao braço Massagem nos Joelhos 1 – Joelhos técnica A 2 – Joelhos técnica B 3- Joelhos parte de trás Massagem nas Panturrilhas (GÊMEOS) 1 – Secção média parte interior 2 – Secção média parte exteriror 3 – Secção inferior parte interior 4 – Secção inferior parte exteriror Tornozelos e Pés 1 – Tornozelos 2 – Pés Movimento completo – De Baixo para Cima Dicas para massagem ‣ Tome um banho antes da massagem – preferencialmente com água fria ou morna. As baixas temperaturas estimulam o corpo e ajudam a melhorar a circulação sanguínea o que é muito benéfico para quem retém líquidos devido a uma má circulação. ‣ Faça esfoliação nas pernas semanalmente –...
11 Dicas Simples Para Evitar e Reduzir a Retenção de Líquidos

11 Dicas Simples Para Evitar e Reduzir a Retenção de Líquidos

28COMPARTILHAMENTOSCompartilharTwitter A retenção de fluidos ou líquidos é um termo popularmente usado para designar a acumulação anormal e excessiva de líquidos no sistema circulatório, tecidos corporais ou cavidades do corpo. Apesar de não parecer, a quantidade de água presente no nosso corpo corresponde entre 50% a 75% do peso corporal total. A maior parte dessa água reside dentro das células e outra parte fora – sendo essencial para o bom funcionamento mecânico e fisiológico de tudo que acontece no nosso organismo. O corpo usa um sistema complexo de hormonas que ajudam a regular os níveis de água corporal – Em condições normais o corpo retém uma certa quantidade de água que é vital para o bom funcionamento do organismo e quando há um excesso essas hormonas promovem a excreção através do rim (urina). É por essa razão que você vai no banheiro mais vezes quando bebe uma grande quantidade de líquidos – é o mecanismo a equilibrar os níveis de líquidos corporais. No entanto, existem várias causas que podem levar a um desequilíbrio dos níveis de fluidos e a uma acumulação excessiva de líquidos no corpo. Algumas pessoas podem acumular até 5% de água corporal sem sinais visíveis de inchaço ou edema. Noutros casos a retenção excessiva de fluidos (acima dos 70% do peso total) pode provocar edema ou inchaço numa parte específica do corpo ou pelo corpo todo. O tratamento da retenção hídrica varia de acordo com a causa do problema, no entanto, existem algumas dicas e alterações que você pode fazer para ajudar a combater e diminuir a retenção de água, aqui ficam 11: Mudanças dietéticas para...
7 SINTOMAS Iniciais de problemas no fígado

7 SINTOMAS Iniciais de problemas no fígado

23COMPARTILHAMENTOSCompartilharTwitter Você sabia que o fígado é o maior órgão sólido no corpo humano e é responsável por desempenhar diversas funções? Algumas das funções mais importantes do fígado incluem: – Manter nosso sangue limpo e desintoxicar o organismo; – Ele secreta a bile, que é crucial para a digestão; – Ele armazena glicogênio, um tipo de açúcar que pode ser usado como energia; – Ele sintetiza o colesterol e filtra micro-organismos; Infelizmente existem vários fatores que podem contribuir para a danificação do nosso fígado e uma vez que os sintomas de uma doença nesse órgão são muitas vezes ignorados e confundidos com outras condições a maior parte das pessoas só sabem tardiamente que têm algum tipo de problema. Como resultado, sua saúde e seu bem-estar geral podem ser afetados sem que você saiba porquê. Prestar atenção ao seu fígado e reconhecer os sinais de alerta que podem indicar que um problema está se desenvolvendo é fundamental para evitar complicações maiores. Não conhece os principais sinais que revelam danos hepáticos? Aqui estão alguns sinais indicadores que não pode nunca ignorar. 1# Alterações da pele / pele com tom amarelado / Icterícia Um dos primeiros sintomas de possíveis complicações no fígado são as alterações repentinas na pele que se manifesta através de uma descoloração com tom amarelo. Um fígado danificado é incapaz de filtrar adequadamente as toxinas que você consome, e como consequência, você começa a acumular bilirrubina sob a pele, que a pode deixar com um tom amarelado. A bilirrubina é uma forma de pigmento biliar. A bile é produzida pelo fígado e auxilia na digestão. Quando o fígado está...